Portada » Ensaios » Volkswagen Touareg 3.0 TDI V6 de 286 cv: no topo da pirâmide

Volkswagen Touareg 3.0 TDI V6 de 286 cv: no topo da pirâmide

As dimensões sumptuosas são evidentes, mas a verdade é que a terceira geração do Touareg revela ligeireza surpreendente quando equipado com o 3.0 TDI V6 de 286 CV. Este “monstro” pretende posicionar-se no topo da pirâmide da marca e não lhe será difícil assumir o papel de porta-estandarte.

Houve um período na história da Volkswagen, nos primeiros anos deste século, que a marca ousou propor ao mercado alguns modelos topo de gama “escondidos” debaixo de um escudo generalista. Exemplos: a majestosa berlina Phaeton, que foi vítima do seu próprio atrevimento social, e o não menos intrépido Touareg. Este último teve a vida mais facilitada que o primeiro, talvez pela falta de pedigree das primeiras gerações do BMW X5 ou do Mercedes-Benz Classe M. As sinergias industriais do Grupo Volkswagen primeiro e as plataformas modulares depois, foram e são a base da vontade e do desafio de criar um Volkswagen de gama superior. A terceira geração do Touareg, que ensaiamos nestas páginas, aproveita a plataforma modular MLB Evo, sobre a qual nascem outros modelos de topo como o Audi Q7, o Porsche Cayenne ou o Bentley Bentayga. Tecnicamente poderíamos dizer que são (quase) todos o mesmo carro, mas com imagens diferentes. As boas impressões que o novo Touareg transmite começam logo no contacto visual. Dizer que um determinado carro é imponente, não se resume apenas ao facto de o seu tamanho e prestações imporem respeito, mas também pela sua imagem que, neste caso, transparece a ideia de qualidade, presença, sofisticação e robustez. Por fora, é mais largo que a geração anterior, mas aparenta ser menos massivo, ainda que a grelha seja generosa. Os farolins, totalmente em LED Matrix (I.Q. Light) e a maior utilização do alumínio na carroçaria e nas suspensões acabam por confirmar essa ideia, que depois se sente na condução.

Interior tecnológico

Por dentro, mantém a imponência do exterior. A tendência atual de digitalizar o tablier define o desenho interior do Touareg e deixa perceber a sua carga tecnológica. Nesta versão encontramos o painel de instrumentos digital num ecrã de 12” que se funde com o tablier que é presidido por um ecrã tátil de 15”, formando uma imensa superfície de alta resolução. De referir que este sistema se chama “Innovision Cockpit” e custa 2.395 €. Tudo no tablier é configurável por uma simples questão de design ou de organização da informação. O ecrã central integra virtualmente todos os comandos do tipo capacitivos e com reação à aproximação do dedo. Sentimos, no mínimo, a falta de um comando físico central que podia facilitar a procura da informação durante a condução. Para compensar, existe um controlo vocal e um gestual, que não se revela muito intuitivo e é algo limitado em termos de funcionamento. Tal como nos Audi, o comando da caixa de velocidades é do tipo joystick by wire, ou seja, funciona com pequenos toques “à procura” dos vários modos da caixa. Ainda da Audi provém o portentoso motor Diesel de 6 cilindros colocado em posição longitudinal, enquanto a suspensão pneumática (opcional por 1.938 €), a direção às quatro rodas ou as barras estabilizadoras ativas são herança da Porsche. Com esta suspensão, incluída na nossa unidade, a qualidade e versatilidade de condução são extraordinárias. O Touareg assume-se como um automóvel sólido, suave e refinado, como também ágil, estável e despreocupado de conduzir em todo o tipo de traçados e de pisos. Isto sem esquecer que estamos perante um conjunto com 1,73 metros de altura e, nada mais, nada menos, do que 2.255 kg de peso.

Até parece leve…

Seja como for, a suspensão pneumática é um “plus” técnico que tira proveito da possibilidade de modificar a altura para quem pretenda maiores aventuras fora do asfalto. Neste sentido, esta pode subir entre 25 mm, no modo de condução “normal”, e os 75 mm, no “off-road”. É verdade que o novo Touareg perdeu as redutoras da última geração (que eram opção), mas as várias possibilidades de elevar a suspensão, em conjunto com a tração integral, são mais do que suficientes para rolar com eficácia e conforto pelo campo fora. Em asfalto, a suspensão baixa entre 15 e 25 mm assim que se ultrapassa os 120 km/h e quando selecionados os modos ECO, Confort e Normal. Já no programa Sport, ganhamos um carro com uma precisão de movimentos incrível e uma solidez em apoio bastante eficaz.

Motor 3.0 TDI

Como referirmos, debaixo do capô encontramos o bloco 3.0 TDI V6 com 286 CV e 600 Nm de binário. Trata-se de um motor com enorme qualidade de funcionamento, boas prestações e eficiência energética muito positiva, como atestam os 7,6 l/100 km de média de consumo rubricados neste teste. Os 6 cilindros dão-lhe um tato sedoso e a forma como empurra o Touareg a partir das 2.000 rpm é de assinalar. O segredo está na gestão da caixa de velocidades que procura aproveitarão máximo o baixo regime do V6. O acelerador háptico envia sinais ao pé para que deixemos de acelerar quando não for preciso, e em modo ECO a caixa entra na função velejar, desacoplando-se do motor. Tudo isto servido de uma forma natural, permitindo que seja fácil de utilizar o Touareg tanto em condução urbana como em autoestrada, com velocidades de cruzeiro elevadas e sem qualquer ruído que belisque o conforto a bordo.
Por último, o aspeto menos abonatório: o preço. A nossa unidade, com alguns extras incluídos, custa 97.945 euros, um valor algo elevado para um VW que só se pode justificar pelo facto de este ser, realmente, o topo de gama da marca de Wolfsburgo.

Conclusão

O salto qualitativo da nova geração do Touareg catapulta-o para um patamar nunca antes visto num modelo da marca. Basta mencionar que assenta na plataforma de tão ilustres como o Porsche Cayenne ou o Bentley Bentayga e que lá dentro estreia um cockpit com tablier virtual, reforçando, e muito, a componente tecnológica. Mas tudo isto tem um preço. O novo Touareg é caro e, ao contrário do modelo anterior, paga Classe 2 nas portagens.

Texto: Ricardo Carvalho / Fotos: Paulo Calisto

Volkswagen Touareg 3.0 TDI V6 4 Motion

FICHA TÉCNICA

TIPO DE MOTOR.                                        Diesel, 6 cilindros em V, turbo
CILINDRADA                                                  2.967 cm3
POTÊNCIA                                                        286 CV entre as 3.500 e as 4.000 rpm
BINÁRIO MÁXIMO                                     600 Nm entre as 2.250 e as 3.250 rpm
V. MÁXIMA                                                       235 km/h
ACELERAÇÃO                                                6,1 s (0 a 100 km/h)
CONSUMO                                                      6,6 l/100 km (misto)
EMISSÕES CO2                                             173 g/km
DIMENSÕES (C/L/A)                                  4.878 / 1.984 / 1.717 mm
PNEUS                                                                265/55 R20
PESO                                                                   2.225 kg
BAGAGEIRA                                                   810 l
PREÇO                                                              90.747 €
GAMA                                                               DESDE 83.854€
I. CIRCULAÇÃO.                                         627,47 €
LANÇAMENTO                                          Agosto de 2018

EQUIPAMENTO

SÉRIE: Airbags dianteiros, laterais (traseiros) e de cortina; airbag de joelhos para o condutor; Side Assist com Lane Assist; Front Assist; sistema “Keyless Access”; sistema de deteção de fadiga; sistema de ajuda ao estacionamento; reconhecimento de sinais de trânsito; seleção do perfil de condução; câmara multifunções; abertura e fecho da bagageira elétricos; ar condicionado automático de 4 zonas; bancos dianteiros elétricos e aquecidos; banco do condutor com memória; cruise control adaptativo; faróis dianteiros em LED; luzes diurnas de LED com ajuste automático da intensidade; retrovisores elétricos aquecidos e retráteis com função de memória; volante multifunções em couro com patilhas para modo de caixa manual/sequencial; sistema de navegação Discover Pro com 2 entradas USB, ligação iPod/iPhone e Bluetooth Premium com carregamento por indução; e jantes em liga leve de 19 polegadas.

OPCIONAIS: Pintura cor especial (1.520 €); Pacote Memória Premium (665 €); estofos em couro Savonna com bancos ErgoConfort dianteiros (753 €); Innovision Cockpit (2.395 €); suspensão pneumática (1.938 €); bancos dianteiros ventilados (781 €); bancos dianteiros ventilados com massagem (1.250 €); inserções em madeira ornamental (374 €); Pacote Off-road (522 €); teto de abrir panorâmico (1.521 €); Active Roll Stabilization (5.865 €); suspensão desportiva (411 €); sistema Night Vision (1810 €); jantes em liga leve de 20” (1.092 €).

Volkswagen Touareg 3.0 TDI V6 4 MOTION

Acrescentar comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMA EDIÇÃO
Siga-nos no Facebook