Volkswagen aposta em restyling profundo do Polo

Com uma carreira de praticamente 50 anos e mais de 18 milhões de unidades vendidas, o Volkswagen Polo apresenta-se com alterações para mais uma fase da sua já longa carreira.

Este best-seller alemão ganha assim as famosas alterações de meio de ciclo de vida totalmente inspiradas na oitava geração do Golf mas também pormenores tecnológicos que podemos apreciar no renovado Touareg.

As mudanças são evidentes, logo o restyling não foi subtil, com novos faróis e pára-choques e farolins redesenhados e acrescentados. Os faróis podem ser adaptativos e contar com tecnologia Matrix LED. O renovado modelo ganha também em segurança, com mais sistemas como o IQ.Drive Travel Assist, Cruise control adaptativo e Assistência à manutenção na faixa de rodagem.

No interior também encontramos várias diferenças e uma aproximação ao último Golf, notando-se perfeitamente uma aproximação up-market, com um novo módulo do ar condicionado com comandos táteis semelhantes aos que encontramos, por exemplo, no ID.4. O painel de instrumentos é digital e pode ter até 8″ ou de 6,5″ nas versões básicas. No caso do ecrã central multimédia, as dimensões vão das 9,2″ às 10,25″, dependendo do nível de equipamento.
A gama arranca com a versão base chamada Polo, passando depois para a Life, STyle e R-Line. No topo encontramos o GTI. Ainda não existem detalhes sobre esta versão, mas a opção R-Line já conta com um visual desportivo.

No capítulo mecânica, o Polo surge com quatro motores, todos 1.0 de três cilindros. Três são turbo e o quarto atmosférico que debita 80 CV, segue uma versão Turbo de 95 CV, depois um outro com 110 CV e um último 1.0 a gás natural também Turbo que debita 90 CV.

Publicidade
ÚLTIMA EDIÇÃO
Publicidade
Siga-nos no Facebook