Teste – VOLKSWAGEN ARTEON SHOOTING BRAKE 2.0 TDI DSG R-LINE – Concurso de beleza

Na atualização de meio de ciclo de vida do Arteon, além de melhorias técnicas e estéticas, a Volkswagen surpreendeu com uma versão carrinha estilizada, a Shooting Brake, dona de um visual distinto capaz de vencer muitos concursos de beleza.

As carrinhas de estilo ‘shooting brake’, com desenho mais dinâmico, têm vindo a ganhar destaque nos últimos anos, tornando automóveis tipicamente familiares em objetos desejáveis e requintados. Na Volkswagen, a renovação do bem-sucedido Arteon trouxe também uma carrinha que, tal como a berlina, distingue-se pela sua aparência musculada e baixa, quase num formato coupé.

No desenho – incontornável – sobressaem detalhes específicos como a grelha dianteira renovada com lâminas horizontais cromadas que se integram com os faróis equipados com tecnologia LED ou os ‘ombros’ avantajados nas cavas das rodas traseiras, bem evidentes quer olhando pelos retrovisores durante a condução, quer a partir do exterior. Depois, é a traseira que merece destaque pela novidade: os farolins mantêm um formato horizontal semelhante ao da berlina, mas a linha descendente do tejadilho a partir do pilar B, a linha de cintura ascendente e o ligeiro spoiler logo abaixo do óculo posterior dão-lhe uma agressividade única. A linha de equipamento R-Line acentua a sua pose desportiva, com elementos cromados na carroçaria e jantes especiais de 18 polegadas.

Por dentro, há renovação circunstancial de alguns elementos, como o volante com comandos capacitivos, sistema de infoentretenimento com ecrã tátil de 8,0”, a que se associa a instrumentação ‘Digital Cockpit Pro’ em ecrã de 10,25”. Ambos são personalizáveis, destacando-se o da instrumentação, que permite múltiplas configurações, como a apresentação da navegação ou os dados da viagem.

A construção é de altíssimo nível, acompanhada por uma escolha de materiais rigorosa: suaves ao toque nas partes superior e intermédia do habitáculo. Já a zona inferior conta com mais plásticos duros, mas de boa aparência, pelo que dão um bom contributo para a ótima sensação de qualidade no interior. Os passageiros beneficiam ainda de uma imensidão de espaço, sobretudo atrás, onde a amplitude para as pernas impressiona, assim como a altura interior, que não é prejudicada grandemente pela referida linha descendente do tejadilho (aliás, há um ligeiro ganho face à berlina). Também a bagageira é elemento que sobressai com 565 litros de capacidade.

Motor cumpridor
Entre as soluções motrizes disponíveis para esta carrinha Arteon está o bloco 2.0 TDI Evo de 150 CV em associação à caixa automática de dupla embraiagem (DSG) de sete velocidades, que se traduz numa proposta de carácter eficaz, com enorme elasticidade de funcionamento graças a um binário avultado (360 Nm às 1.600 rpm) e ao desempenho suave e pragmático da caixa. Esta tem uma ótima leitura das necessidades na grande maioria dos momentos de condução, sendo a única exceção quando em modo Normal de funcionamento e se exige uma redução rápida de relações para uma retoma mais decidida (por exemplo, num acesso de autoestrada).

Mas, essencialmente, este motor surge como uma proposta suave e versátil na sua utilização, aprestando-se a ritmos tranquilos em viagens mais longas, mas também capaz de oferecer o seu ‘pulmão’ para maior veleidade dinâmica. Destaque-se, ainda, o lado da eficiência geral, possibilitado pela função de condução ‘à vela’ para redução dos consumos, entre outras medidas: a média obtida no ensaio foi de apenas 5,3 l/100 km, perto dos 4,9 litros anunciados (ciclo WLTP).

Condução como a imagem
A condução está de acordo com a imagem da Arteon Shooting Brake, oferecendo o melhor de dois universos num equilíbrio salutar. Por um lado, o conforto bem medido na passagem por mau piso, tal como a imagem familiar sugere. Por outro lado, uma postura de enorme confiança e estabilidade na passagem em curva, contendo bem os movimentos da longa carroçaria, tal como a imagem larga e agressiva sugere. A direção também contribui para essa sensação de condução polivalente e competente, acabando a nova representante da VW por satisfazer os interesses de quem procura uma carrinha com fortes aptidões visuais e dinâmicas, sem pôr em causa a vertente familiar. Faltam apenas os modos de condução…

O equipamento também foi beneficiado nesta renovação de meio de ciclo, sobretudo na área da segurança, com a adição de novos dispositivos, como a câmara traseira, a função Travel Assist de assistência em autoestrada, o Front Assist com travagem de emergência ou o assistente de mudança de faixa. Na linha R-Line (paralela à Elegance), a Arteon Shooting Brake diferencia-se ainda pelas jantes de 18” de estilo ‘Sebring’, os para-choques específicos, o sistema ‘Discover Media’ ou a instrumentação ‘Digital Cockpit Pro’.

A relação custo/benefício acaba por sair bastante valorizada, com um preço de 53.800 € na linha R-Line, mas cujo conjunto de itens que não merece qualquer reparo.

Texto Miguel Silva
Fotos Paulo Calisto

CONCLUSÃO
Fugindo da usual cautela estética, a Volkswagen arriscou e acertou na fórmula para uma carrinha de estilo e substância, com o visual a ser um argumento de peso, secundado positivamente por outros, como o motor 2.0 TDI frugal e eficaz associado à vertente familiar ou à condução de encher as medidas.

FICHA TÉCNICA
VOLKSWAGEN ARTEON SHOOTING BRAKE 2.0 TDI DSG R-LINE

TIPO DE MOTORGasolina, 3 cilindros em linha, atmosférico
CILINDRADA1.490 cm3
POTÊNCIA91 CV às 5.500 rpm
BINÁRIO MÁXIMO120 Nm às 3.600 rpm
TRANSMISSÃODianteira, caixa de variação contínua (CVT)

 

SISTEMA ELÉTRICO

TIPO DE MOTORSíncrono de íman permanente
POTÊNCIA80 CV
BINÁRIO MÁXIMO141 Nm
BATERIAIões de lítio, 4,3 Ah

 

SISTEMA HÍBRIDO

TIPO DE MOTORHíbrido elétrico-gasolina
POTÊNCIA (TOTAL)116 CV às 4.800 rpm
BINÁRIO (TOTAL)N.D.

 

V. MÁXIMA175 km/h
ACELERAÇÃO9,7 s (0 a 100 km/h)
CONSUMO (WLTP)4,3 l/100 km (misto)
EMISSÕES CO2 (WLTP)98 g/km
DIMENSÕES (C/L/A)3.940 / 1.745 / 1.500 mm
PNEUS205/45 R17
PESO1.085 kg
BAGAGEIRA286 l
PREÇO25.690 €
GAMA DESDE16.990 €
I. CIRCULAÇÃO (IUC)137,14 €
LANÇAMENTOJulho de 2020

 

Publicidade
ÚLTIMA EDIÇÃO
Lubrificantes Repsol
Publicidade