Teste – NISSAN QASQHAI 1.3 DIG-T 140 CV N-STYLE – Ainda mexe

Com a nova geração a chegar dentro de alguns meses, a Nissan tenta prolongar ao máximo a “vida” do Qashqai. Para fim de carreira, lança mais uma versão de entrada N-Style com uma lista de equipamento infindável. O motor é o 1.3 DIG-T a gasolina de 140 CV.

O Qashqai dispensa apresentações. Tem treze anos de mercado, já passou pelas páginas da Carros & Motores diversas vezes e tem uma legião de fãs que não mais acaba. Mas a marca japonesa não deixa que caia no esquecimento e agora, numa altura em que prepara o lançamento da terceira geração do modelo, quis dar um novo fôlego a este Qashqai em fim de vida com o lançamento de uma versão de equipamento denominada N-Style. Posiciona-se na base da gama e distingue-se por uma lista de equipamento de série bastante apetrechada. Para mostrar o que (ainda) vale, está disponível com todos os motores da gama (dois a gasolina e um Diesel) e duas caixas de velocidades, manual e automática DCT de dupla embraiagem.

Motor competente
Para este contacto optamos pelo N-Style mais barato equipado com o motor a gasolina 1.3 DIG-T de 140 CV. Esta mecânica é resultado da parceria entre a Aliança Renault/Nissan/Mitsubishi e a Daimler (que a utiliza nalguns modelos da Mercedes-Benz), e ostenta diversos argumentos técnicos inovadores e conceção compacta. Nesse domínio, destaca-se a configuração da cabeça dos cilindros, assim como o revestimento dos mesmos, além da adoção de filtro de partículas, nova válvula “e-waste gate” (turbo) de controlo elétrico, câmara de combustão redesenhada e fricção interna reduzida. Tudo para que haja maior eficiência térmica e menor emissões, inclusive perante os exigentes testes WLTP.

A forma como o 1.3 DIG-T é capaz de empurrar o SUV da Nissan é outra qualidade evidente, mensurável nas respostas, quer nas acelerações, apoiando-se na bem escalonada caixa manual de seis velocidades, quer nas retomas de velocidade desde baixos regimes, embora nestas se tenha de acautelar o alongamento das últimas relações (5.ª e 6.ª), o que contribui para potenciar a economia do consumo. É possível atingir médias moderadas de 5,6 a 6 litros por cada 100 km com uma condução cuidada.

Lista de equipamento completa
Mesmo tratando-se da versão de entrada, a lista de equipamento é completa e inclui elementos como o cruise control; sensores de luz e de chuva; sistema multimédia com ecrã tátil de 7″ de alta resolução com navegação e funções Apple Carplay e Android Auto; Nissan Drive Assist (computador de bordo com ecrã TFT a cores de 5″); câmara traseira; sensores de estacionamento; travão de mão elétrico; jantes em liga leve de 18″; faróis LED diurnos, faróis de nevoeiro cromados; retrovisores elétricos, aquecidos e rebatíveis; ar condicionado automático bizona; bancos dianteiros com advanced confort; volante multifunções de três raios cortado e volante e punho da caixa forrados a pele. Neste caso não temos o habitual sistema de segurança da marca, denominado de “Escudo de Proteção Inteligente”, nem o novo sistema Nissan Connect, mas a lista é, de facto, extensa. O preço? A partir de 29.230 euros, valor sem qualquer campanha associada.

Texto Ricardo Carvalho
Fotos Paulo Calisto

FICHA TÉCNICA
NISSAN QASQHAI 1.3 DIG-T 140 CV N-STYLE

TIPO DE MOTORGasolina, 4 cilindros em linha, turbo
CILINDRADA1.332 cm3
POTÊNCIA140 CV às 5.000 rpm
BINÁRIO MÁXIMO250 Nm entre as 1.600 e as 3.500 rpm
TRANSMISSÃODianteira, caixa manual de 6 velocidades
V. MÁXIMA193 km/h
ACELERAÇÃO10,5 s (0 a 100 km/h)
CONSUMO (WLTP)6,8 l/100 km (misto)
EMISSÕES CO2 (WLTP)153 g/km
DIMENSÕES (C/L/A)4.394 / 1.086 / 1.590 mm
PNEUS215/55 R18
PESO1.375 kg
BAGAGEIRA430 l
PREÇO29.320 €
GAMA DESDE29.320 €
I.CIRCULAÇÃO (IUC)171,69 €
LANÇAMENTOSetembro de 2020

 

 

Publicidade
ÚLTIMA EDIÇÃO
Lubrificantes Repsol
Publicidade