Portada » Atualidade » Seat investe mais de 1,1 milhões de euros no novo Leon

Seat investe mais de 1,1 milhões de euros no novo Leon

Mais de 1,1 milhões de euros foram investidos pela Seat no desenvolvimento da nova geração do Leon, que surge com propulsores mais eficientes, níveis superiores de conectividade e assistência à condução, melhor dinâmica e uma estética mais impactante.
O novo Leon está disponível em variantes de cinco portas, com um comprimento de 4,36 metros e Sportstourer, com 4,64 metros. Em ambos os casos, a distância entre-eixos aumentou 50 mm face à anterior geração, sendo agora de 2,68 metros.
Desenvolvido com base na plataforma MQB Evo, a quarta geração Leon adota a mais recente filosofia de design da marca, apresentando na frente uma ligação tridimensional entre a grelha e os grupos óticos dianteiros. Os faróis LED surgem recuados, formando um efeito de sobrancelha. As superfícies possuem formas mais marcantes, dando ao design um tratamento mais elegante, com mais mudanças e nuances de cor consoante a incidência da luz na superfície pintada.
O interior oferece uma superfície suave, esguia, mas ampla no tablier, transmitindo uma sensação de leveza com um certo grau de “flutuabilidade”. O habitáculo é dominado pelo ecrã de infotainement de 10 polegadas, com reconhecimento de gestos, que foi concebido para interagir e possibilitar uma interação precisa com os ocupantes.
Em termos de motorizações, o novo Leon vai contar com motorizações térmicas que incluem três versões eletrificadas, incluindo unidades a gasolina (TSI), gás natural comprimido (TGI), mild-hybrid (eTSI) e híbrido plug-in (eHybrid).

A oferta a gasolina compreende motores 1.0 TSI com 90 cv ou 110 cv, 1.5 TSI com 130 cv ou 150 cv e 2.0 TSI com 190 cv. O diesel continua disponível na gama, sendo proposto em três motorizações 2.0 TDI, com potências de 115 cv a 150 cv. Outra proposta é uma versão 1.5 TGI (a gás natural comprimido) com 130 cv. Pela primeira vez, o Leon recebe a a tecnologia mild hybrid (sTSI), que permite ao modelo compacto um patamar de eficiência ainda superior (1.0 TSI com 110CV e 1.5 litros com 150CV, ambos exclusivamente com transmissão DSG). À medida que a Seat alarga o uso da eletrificação, a quarta geração do Leon também inclui uma versão híbrida plug-in que combina um motor TSI de 1,4 litros com um motor elétrico, que desenvolve uma potência máxima de 204 cv. O pack de baterias com uma capacidade de 13 kWh garante uma autonomia em modo elétrico de até 60 quilómetros em ciclo WLTP.

Acrescentar comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMA EDIÇÃO
Siga-nos no Facebook