Procura de carros elétricos e híbridos também cresce no mercado de usados

A tendência de compra de carros elétricos e híbridos vai crescer entre os condutores que optam por um carro usado, de acordo com o primeiro Barómetro da Mobilidade da CarNext, um dos principais marketplaces digitais de carros usados de alta qualidade da Europa, nos segmentos B2C e B2B.

A opção por modelos elétricos e híbridos na compra de um carro já é uma realidade a nível mundial. Se, por um lado, os utilizadores manifestam uma consciência ambiental cada vez mais vincada, por outro, as marcas apostaram nestes modelos, havendo já um portefólio variável. O mercado dos usados não é alheio a esta tendência e, de acordo com o Barómetro de Mobilidade da CarNetx, 66% dos portugueses sente-se à vontade para adquirir um modelo elétrico ou híbrido usado. Um valor igual ao revelado pelo survey realizado na Holanda e apenas ultrapassado por Itália (84%) e Espanha (82%).

Confira alguma das conclusões deste survey no que respeita às questões da sustentabilidade na mobilidade:

66% dos portugueses entrevistados mostra-se confiante para comprar um carro elétrico ou híbrido usado. A faixa etária 18-23 anos lidera esta tendência (75%), seguindo-se o intervalo 46-55 anos (69%) e 36-45 anos (67%). Entre os inquiridos com filhos com idades dos 0 aos 17 anos, 69% avançaria com a compra.

O impacto ambiental é um fator em crescendo na decisão de compra de um carro, com 86% dos portugueses a confirmar que estas questões terão um peso maior nos próximos anos e a colocar Portugal no topo da tabela. Seguem-se Itália (85%) e Espanha (83%). Em Portugal, 87% dos condutores entre os 24-35 e os 36-45 anos confirma este comportamento, seguidos pelos inquiridos mais jovens, 18-23 anos, (85%) e pelos condutores com 46 a 55 anos (82%).

74% dos entrevistados portugueses revela ter-se tornado mais consciente do impacto ambiental das suas ações desde o início da pandemia por COVID-19. Um comportamento que prevalece entre os inquiridos com idades compreendidas entre os 24-35 anos e 36-45 anos (76%). Seguem-se os intervalos 18-23 anos (72%) e 46-55 anos (70%).

Em Portugal, 86% dos condutores afirma estar interessado em saber mais sobre escolhas sustentáveis na mobilidade no futuro. Os condutores italianos partilham a percentagem dos portugueses, enquanto 88% dos espanhóis inquiridos manifesta esta intenção.

Publicidade
ÚLTIMA EDIÇÃO
Publicidade