Opel renova Movano à imagem da Stellantis

A Opel divulgou hoje as primeiras informações e imagens do novo Movano-e, o primeiro veículo elétrico a bateria da marca alemã no segmento de mercado dos grandes furgões.

Com motores Diesel, bem como com motorização elétrica, a nova geração Movano constitui a oferta mais competitiva de sempre da Opel neste segmento do mercado de veículos comerciais.

Oferecendo valores de referência em carga útil, capacidade de carga e peso bruto, combinados com uma ampla gama de versões de carroçaria, comprimentos e alturas, a nova geração Movano estará disponível desde o início da sua comercialização não só com modernos, potentes e robustos motores turbodiesel como também com motorização elétrica “zero emissões” a bateria. Os novos Movano e Movano-e vão chegar aos concessionários da Opel ainda este ano.

Há um novo Opel Movano para todas as necessidades de transporte, desde deslocação de pessoas e entregas urbanas, até produtos refrigerados e autocaravanas. O carácter robusto do novo modelo está refletido no ‘design’, que ao mesmo tempo expressa dinâmica e eficiência.

Especialmente importante para os profissionais e gestores de frotas, o Movano-e elétrico, de “emissões zero” é uma solução sem compromissos, representando, assim, uma verdadeira alternativa aos veículos com motorização convencional. O sistema de propulsão elétrica do novo comercial elétrico da Opel garante 90 kW (122 cv) de potência e 260 Nm de binário, com a velocidade máxima controlada eletronicamente de 110 km/h. Dependendo da versão, é possível optar entre ‘packs’ de baterias de iões de lítio de 37 kWh ou de 70 kWh, para autonomias até 117 ou 224 quilómetros, respetivamente, no ciclo combinado WLTP1 (dependendo do perfil de condução e das condições existentes).

As baterias estão alojadas sob o espaço de carga de forma a não interferirem na utilização, o que também beneficia a estabilidade em curva e a resistência ao vento lateral, mesmo com o veículo totalmente carregado. Um sofisticado sistema de travagem regenerativa, que recupera a energia produzida em travagem ou desaceleração, aumenta ainda mais a eficiência.

Para além da motorização elétrica, o leque de motorizações térmicas do novo Opel Movano posiciona-se ao melhor nível do mercado, proporcionando baixo consumos de combustível e reduzidas emissões de CO2. Os motores Diesel de 2,2 litros – todos homologados segundo as exigentes normas de controlos de emissões Euro 6d – estão disponíveis em versões de 120 cv até 165 cv de potência. O elevado binário disponível a baixo regime situa-se entre 300 Nm às 1.500 rpm e 370 Nm às 1.750 rpm. Imprimindo tração às rodas dianteiras, todos os motores estão associados a transmissões manuais de seis velocidades.

Os furgões Opel Movano estão disponíveis em quatro comprimentos (L1-4) e três alturas (H1-3) de carroçaria, com uma capacidade máxima de carga que varia entre 8 e 17 metros cúbicos. As portas da versão H3, com 2,03 m de altura, são igualmente as maiores na classe, juntamente com as portas traseiras com abertura a 180 graus (extensível a 270 graus), tornando as operações de carga e descarga do Movano especialmente fáceis. A gama de pesos brutos (PB) está entre as mais amplas deste segmento, entre 2,8 e 4,0 toneladas, enquanto as capacidades de carga atingem um máximo de 2,1 toneladas. Com planos de carga tão baixos como 494 mm, largura de 1422 mm entre as cavas das rodas e 1870 mm entre os painéis interiores, a zona de carga do novo grande furgão da Opel constitui a referência para os seus rivais.

Publicidade
ÚLTIMA EDIÇÃO
Lubrificantes Repsol
Publicidade