Portada » Destaques » Atualidade » Opel Mokka mostra novo Mokka com motores de combustão

Opel Mokka mostra novo Mokka com motores de combustão

2020 Opel Mokka

Depois do anúncio do novo Opel Mokka-e elétrico a bateria, a Opel revela agora o novo Mokka com motores de combustão interna da mais recente geração.


Apesar de um ligeiro aumento da distância entre eixos (+2,0 mm), o novo Mokka é 12,5 cm mais curto que o modelo anterior, mas oferece volume de bagageira semelhante, disponibilizando um máximo de 350 litros, e espaço confortável para cinco passageiros. O comprimento total da carroçaria de apenas 4,15 metros facilita as manobras e o estacionamento em zonas urbanas.

Com o nível de equipamento GS Line, a Opel propõe, pela primeira vez, uma versão mais desportiva do Mokka. Este novo nível de equipamento inclui um friso especial vermelho que acompanha o perfil do tejadilho, a nova frente Vizor em preto brilhante, elementos decorativos e emblemas exteriores em preto, em vez de cromado, tecido específico nos bancos dianteiros, inserções em vermelho no tabliê, jantes de liga leve com acabamento em preto e pintura bicolor com tejadilho e capô em preto.

A gama de motores a gasolina e Diesel do novo Opel Mokka abrange níveis de potência entre 100 cv e 130 cv. Consumos moderados e ‘performances’ de nível superior são duas características transversais a todas as motorizações.

O motor de acesso à gama é o 1.2 Turbo de 100 cv, com caixa manual de seis velocidades (valores provisórios de consumo NEDC: misto 4,6 l/100km, 104 g/km CO2).

O nível superior de desempenho é assegurado pelo 1.2 Turbo de 130 cv. Apesar da potência superior, o consumo de combustível deste propulsor com bloco e cabeça em alumínio permanece moderado, seja com transmissão manual de seis velocidades ou com automática de oito velocidades (valores provisórios de consumo NEDC: misto 4,5-4,8 l/100km, 103-111 g/km CO2).

Os dois motores a gasolina são acompanhados na gama da nova geração Mokka por um dinâmico motor turbodiesel de 1,5 litros associado a uma transmissão manual de seis velocidades. Com 110 cv de potência e um binário máximo de 250 Nm, o Mokka 1.5 Turbo D apresenta consumo de combustível NEDC1 misto de 3,8 l/100km e 100 g/km CO2 (valores provisórios).

Para um eficaz pós-tratamento dos gases de escape, o sistema de redução de emissões do motor Diesel – formado por um catalisador de oxidação passivo/absorvente de NOx, injetor de AdBlue, catalisador de redução seletiva SCR e filtro de partículas Diesel (DPF) – está agrupado numa única unidade compacta, colocada o mais próximo possível do motor.

O catalisador absorvente de NOx atua em arranques a frio, reduzindo as emissões de óxidos de azoto a temperaturas inferiores à temperatura de arranque do catalisador SCR.

Acrescentar comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMA EDIÇÃO
Siga-nos no Facebook