Portada » Atualidade » Novos híbridos plug-in da Jaguar Land Rover têm motor 1.5 de três cilindros

Novos híbridos plug-in da Jaguar Land Rover têm motor 1.5 de três cilindros

A Jaguar Land Rover amplia a sua gama de veículos eletrificados com a introdução do seu novo sistema híbrido plug-In (PHEV), que se estreia nos dois modelos mais vendidos da companhia. Trata-se do passo seguinte na estratégia Destination Zero da Jaguar Land Rover, que tem como objetivo definir a mobilidade do futuro: zero acidentes, zero emissões e zero engarrafamentos.  


O sistema híbrido plug-in da Jaguar Land Rover integra um novo motor 1.5 de três cilindros convencional a gasolina (o mais pequeno da gama Ingenium) conjugado com um sistema de propulsão elétrica, que disponibiliza uma condução integralmente elétrica com zero emissões, o que lhe permite ser eficiente e sustentável nos trajetos curtos do dia-a-dia. Nas viagens mais longas proporciona também a eficiência ideal com o motor tradicional de combustão ou através de uma combinação da força e potência disponibilizada por ambos. A potência combinada é de 300 CV.

Esta nova tecnologia híbrida plug-in ou PHEV foi introduzida na última geração do Range Rover Evoque e na versão atualizada do novo Land Rover Discovery Sport, tornando ambos os modelos em dois do SUV Premium compactos mais eficientes do mercado.

O novo sistema híbrido plug-in da Jaguar Land Rover permite aos clientes selecionar os modos de condução mais eficientes e que melhor se adaptem às suas necessidades. O modo EV ou elétrico puro, permite uma condução silenciosa e com zero emissões de CO2 nos trajetos curtos do dia-a-dia, proporcionando uma autonomia de até 66 km conforme o modelo.

O modo Hybrid conjuga automaticamente a propulsão elétrica e a combustão para conseguir a eficiência ideal em viagens mais longas. Neste modo, o veículo adapta-se às condições de condução e analisa a carga restante da bateria reservando-a para zonas condicionadas a veículos de emissões zero, se necessário, ou otimizar ao máximo o consumo de combustível conforme as preferências do condutor.

A terceira opção foi concebida para distâncias mais longas, dado que o veículo utiliza apenas o novo motor Ingenium a gasolina de três cilindros e 1,5 litros e mantém a carga da bateria.

É muito fácil carregar a bateria quando o veículo está em movimento ou ligando a uma tomada. No primeiro caso, a energia gerada pelo motor ao acelerar (ou ao travar nos modos EV ou Hybrid) é recuperada para carregar a bateria. Por outro lado, se for necessário ligar a uma tomada, a bateria de 15 kWh pode ser carregada de 0 a 80 % em apenas 30 minutos utilizando um carregador rápido da rede pública. Em casa, demora 1 hora e 24 minutos com um carregador de parede ou wallbox específico de 7 kW, enquanto que, com uma tomada doméstica convencional, o tempo será 6 horas e 42 minutos. No Discovery Sport os preços desta versão arrancam nos 61 838 euros e no Evoque nos 53 313 euros.

Acrescentar comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMA EDIÇÃO
Siga-nos no Facebook