Novo Mitsubishi ASX é um Renault Captur disfarçado

A nova geração do Mitsubishi ASX é um verdadeiro fruto da Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi. Basta olhar para as imagens e perceber que a transposição para a marca japonesa do Captur não tem qualquer alteração a não ser o símbolo da Mitsubishi e os respetivos logótipos.

As vendas vão arrancar em março de 2023 e marca o início de renovação da gama dos vários modelos da marca dos três diamantes.
O novo ASX recorre à plataforma CMF-B, desenvolvida pela aliança Renault-Nissan-Mitsubishi, compatível com a aplicação de diferentes sistemas propulsores, híbrida plug-in (PHEV), 100% híbrida (HEV) ou semi-híbrida (Mild Hybrid) e onde se baseia uma carroçaria cujo design pouco difere do referido Renault Captur.


As jantes, de 17” ou 18” polegadas, são uns desses escassos diferenciadores entre o ASX e o Captur. À data do lançamento estarão disponíveis seis cores da carroçaria, que podem ser conjugadas com um tejadilho em preto nas versões de equipamento mais elevadas.
O design do habitáculo não é mais diferenciador – tão somente o volante é da Mitsubishi… -, dispondo de padrões de qualidade de construção, conforto, versatilidade e equipamento em tudo idênticos aos do Captur, que estão em bom plano do segmento. A bagageira tem capacidade de carga de 332 litros (norma VDA) que pode ser aumentada em 69 litros quando o banco traseiro deslizante é colocado na posição mais avançada.


Os níveis de equipamento mais elevados incluem navegação 3D incorporada, bem como diversas opções de personalização de perfis de utilizador, widgets (ferramentas digitais) e escolha de modos de condução, através do sistema Multi-Sense.

O motor de entrada é um 1.0 turbo de três cilindros a gasolina, que estará disponível com uma caixa manual de 6 velocidades. Segue-se o motor 1.3 turbo a gasolina com um sistema semi-híbrido (gerador de arranque por correia, em combinação com uma bateria de iões de lítio de 12 V, o que lhe permite recuperar energia quer durante a desaceleração, quer durante a travagem, além de oferecer assistência elétrica ao motor), disponível com caixa manual de 6 velocidades ou uma caixa automática de 7 velocidades e dupla embraiagem (7DCT).

O ASX será o primeiro modelo da Mitsubishi na Europa com um grupo propulsor 100% híbrido (HEV), conjugando um motor de 1.6 litros a gasolina com dois motores elétricos e uma caixa de velocidades automática multimodo, e ainda um híbrido plug-in (PHEV), que associa um motor de 1.6 litros a gasolina com dois motores elétricos e uma bateria de 10,5 kWh.

À semelhança do que ocorre com todos os veículos Mitsubishi em comercialização na Europa, o novo modelo inclui garantia de série de 5 anos/100 000 km, garantia da bateria de propulsão de 8 anos/160 000 km, garantia da capacidade da bateria de 8 anos/160 000 km e assistência em viagem por 5 anos (Pacote de Assistência Mitsubishi).

Publicidade
ÚLTIMA EDIÇÃO
Publicidade
Error, no Advert ID set! Check your syntax!