Portada » Galerias » Nissan LEAF autónomo testado no Reino Unido

Nissan LEAF autónomo testado no Reino Unido

O consórcio HumanDrive, liderado pela Nissan Europa e apoiado pelo governo britânico, concretizou uma viagem de 370 quilómetros com navegação autónoma pelas estradas do Reino Unido.

Os automóveis de teste foram Nissan LEAF, equipados com tecnologias GPS, radar, LIDAR e câmaras, que criam uma perceção do mundo à sua volta. Utilizando o mundo percecionado, o sistema tem a capacidade para tomar decisões acerca de como circular nas vias públicas e contornar os obstáculos que encontra numa viagem.
O projeto de investigação era constituído por dois testes: uma viagem de 370 quilómetros com navegação autónoma, denominado “GrandDrive”, e uma análise baseada em testes de pista, que explorou a condução semelhante à humana, utilizando aprendizagem automática para melhorar a experiência do utilizador.
Um dos aspetos importantes do projeto era o desenvolvimento de um sistema avançado de controlo de veículos autónomos. O objetivo é garantir que os futuros sistemas avançados de condução autónoma proporcionem uma experiência confortável e familiar à medida que se avança rumo a um futuro com mais conexões e autonomia.

A viagem entre Cranfield, em Bedfordshire, e Sunderland permitiu aplicar em condições reais as lições aprendidas em cenários de condução, designadamente em estradas secundárias sem quaisquer ou com poucas marcações, em cruzamentos, rotundas e autoestradas. A tecnologia autónoma também foi utilizada para as mudanças de faixa de rodagem, acesso a outras vias, e paragens e arranques.
“O projeto HumanDrive permitiu-nos desenvolver um automóvel autónomo que consegue superar desafios encontrados nas estradas, tais como rotundas complexas e estradas secundárias rápidas sem marcações, linhas brancas ou bermas”, comenta Bob Bateman, gestor do projeto do Nissan Technical Centre, na Europa.

Aprendizagem automática

A segunda parte do projeto HumanDrive procurou analisar a forma como as tecnologias de aprendizagem automática da Inteligência Artificial podem melhorar a experiência do utilizador e o conforto dos passageiros conectados e autónomos.
Os veículos elétricos LEAF da Nissan foram utilizados como automóveis-piloto em pistas privadas, integrando sistemas de inteligência artificial desenvolvidos pela Hitachi Europe, que possibilitam a aprendizagem automática em tempo real.
Ao criar um conjunto de dados de cenários de trânsito e soluções previamente escolhidas, é possível utilizar esta ‘experiência aprendida’ para lidar com cenários semelhantes no futuro e delinear uma rota segura em torno do obstáculo.

As tecnologias foram submetidas a um rigoroso processo de testes e desenvolvidas com o recurso a uma diversidade de meios, incluindo equipamentos de simulação, hardware com simulação virtual e variadas pistas de testes privados.
O projeto HumanDrive contou com a participação do Centro de Veículos Autónomos Conectados do Reino Unido, da Innovate UK e outros nove parceiros. O financiamento total ascendeu a 13,5 milhões de libras (cerca de 16 milhões de euros).

Acrescentar comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMA EDIÇÃO
Siga-nos no Facebook