Mercedes-AMG mostra, finalmente, GT E Performance com 843 CV

Há muito tempo aguardado, o Mercedes-AMG GT E Performance já foi desvendado e transforma-se no mais potente carro de produção desenvolvido pelo fabricante (não contabilizando o F1 Project One).

Debaixo do capô deste super sedan, encontramos um motor de 4 litros twin Turbo V8 que funciona em conjunto com um motor elétrico posicionado no eixo traseiro. O motor está integrado com uma transmissão elétrica de duas velocidades e com um diferencial traseiro de controlo elétrico.

Tudo junto, o GT 63 E Performance debita uns expressivos 843 CV e produz mais de 1400 Nm de binário. Tem ainda um motor de arranque com função de gerador que produz mais 14 CV. Assim, os números anunciados são de 2,9 segundos na aceleração dos 0 aos 100 km/h e uma velocidade máxima de 316 km/h.

Para alimentar o motor elétrico encontramos uma bateria de 6,1 kWh que pesa apenas 89 kg. A autonomia elétrica é, de acordo com a AMG, de apenas 12 km.

A bateria utiliza um liquido de refrigeração não condutor que flui pelas 560 células do pack e as arrefece de forma individual. São cerca de 14 litros de liquido de refrigeração que entram diretamente no pack de baterias e as mantêm a uma temperatura ótima de 45 graus celsios.

O novo AMG disponibiliza sete modos de condução: Eletric, Comfort, Sport, Sport+, Race, Slippery e Individual. O modo Slippery é particularmente interessante pois reduz a potência e entrega um binário plano para ajudar em condições de piso mais escorregadio. Assim, o modo elétrico é desligado tal como o sistema de regeneração de travagem.

No interior, as alterações também são mínimas e as essenciais para mostrar o funcionamento dos vários modos do veículo, incluindo o elétrico.

Publicidade
ÚLTIMA EDIÇÃO
Lubrificantes Repsol
Publicidade