Mercedes-AMG C63 S E tem motor de quatro cilindros e 680 CV

O novo Mercedes-AMG C63 S E Performance tem um nome muito extenso e um motor deveras pequeno. Basta observar os números. São 680 CV a partir de um 2 litros de quatro cilindros eletricamente assistido que substitui o anterior V8.

Trata-se de um Classe C diferente daqueles que conhecemos até aqui e até a versão C43 troca o V6 por um quatro cilindros.
Assim, o motor utilizado pela nova versão mais desportiva do Classe C é o M139L um dois litros de quatro cilindros em linha já utilizado pelo SL43. Tal como este utiliza um turbo conduzido eletricamente, mas que nos caso do 63 é muito maior. Este novo M139 é o quatro cilindros de produção em série mais potente do mundo.

O “boost” neste motor acontece por cortesia de um motor elétrico de 150 kW ou 204 CV totalmente aconchegado no eixo traseiro e que tem por companhia o diferencial autoblocante a uma caixa de duas velocidades. Pode locomover o automovel como um elétrico até aos 125 km/h durante 13 km, se conduzido devagar. Alimentado por um bateria de 6.1 kWh, o motor debita 150 kW durante um período de 10 segundos e passa para a segunda relação a partir dos 140 km/h, assim que toca as 13 500 rpm.

O resultado é verdadeiramente espetacular, já que a potência combinada alcança os 680 CV e 1020 Nm de binário, fazendo com que este C63 seja mais potente que o anterior V8, que o BMW M3 e até que o M5 Competition. A velocidade máxima é de 250 km/h, mas pode subir para os 280 km/h.

Publicidade
ÚLTIMA EDIÇÃO
Publicidade
Error, no Advert ID set! Check your syntax!