Portada » Atualidade » Mazda MX-5 passa a ter três níveis de equipamento em 2020

Mazda MX-5 passa a ter três níveis de equipamento em 2020

Construído para ser desfrutado, o Mazda MX-5, atualmente na sua 4ª geração (ND), preserva a intrínseca filosofia jinba Ittai, de automóvel e condutor como um todo, resultando num roadster de tração traseira leve, perfeitamente equilibrado e acessível.


Naturalmente que a Mazda continua a alimentar essa história de sucesso, num modelo que em 2019 completou 30 anos de vida, integrando-lhe um conjunto de pequenas evoluções e actualizações, que reforçam o seu estatuto de roadster cativante, epíteto do verdadeiro prazer de condução.

Para esta geração 2020 do Mazda MX-5 (ST e RF), as alterações foram de pormenor, resumindo-se a uma actualização do sistema Mazda Connect, com a integração dos mais recentes desenvolvimentos do Apple Car Play e Android Auto, que permitem espelhar no ecrã central, com textos e grafismos com mais definição, os telemóveis individuais, a adopção de novos estofos e acabamentos (em tecido, no nível de entrada, ou pele preta/vermelha, nos dois níveis superiores), a reformulação da palete de cores, agora com 7 tons, incluindo o novo Polymetal Gray, estreado no Mazda3, e a criação de nova chave/comando, à imagem da usada em toda a actual 3ª geração de modelos Mazda.

Mecanicamente não se registam alterações, mantendo-se o Mazda MX-5 2020 disponível com os 2 já reconhecidos propulsores a gasolina Skyactiv-G de 1,5 litros e 2.0 litros, respectivamente de 132 CV e 184 CV. A versão de menor potência conta com uma transmissão manual Skyactiv-MT de 6 velocidades, tendo a variante mais potente a possibilidade de ser configurada com a caixa automática Skyactiv-Drive, igualmente de 6 relações.

O Mazda MX-5 2020 passa a dividir-se em 3 níveis de equipamento, complementando-se os tradicionais níveis Evolve e Excellence com o novo patamar Special Edition, que fruto de uma mais vasta dotação, passa a encimar a gama em ambas as carroçarias (ST e RF).

Do seu pacote exclusivo de conteúdos destacam-se, entre outros e face às versões Excellence, os requintados interiores com estofos em pele Nappa perfurada, a adopção de jantes em liga leve específicas, de 17” BBS (2.0 Skyactiv-G) e 16” RAYS (1.5 Skyactiv-G) e capas dos retrovisores exteriores em preto, tudo conjugado com uma capota de lona preta nas versões Soft-Top e um tejadilho a duas cores nos MX-5 RF.

No que se refere a preços, para o MX-5 Soft-Top com o motor Skyactiv-G de 132 CV, o intervalo situa-se entre os 28 814 €, da versão de entrada, e os 36 859 € da variante mais equipada. Para a carroçaria RF com este mesmo propulsor, o intervalo de preços vai dos 31.264 € aos 39.859 €. Com este motor, o Mazda MX-5 pode ser configurado em todos os 3 níveis de equipamento.

Já o bloco de maior débito – Skyactiv-G de 184 cv – apenas pode ser configurado nos 2 níveis de equipamento superiores. A versão Soft-Top tem 2 variantes Excellence (Navi, por 42 787 €, e Pack Sport Navi, por 44 837 €), a que se soma um Special Edition Navi, por 44 882 €. Por seu turno, a versão RF tem 5 hipóteses de escolha, desde o Excellence Navi, por 45.787 €, ao Special Edition Navi, por 50.764 €.

Acrescentar comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMA EDIÇÃO
Siga-nos no Facebook