Marcas da SIVA alcançam os 13,4% de quota de mercado

Em 2021, a SIVA | PHS registou 19.682 veículos vendidos no total das suas marcas, atingindo uma quota de 13,4% no mercado de passageiros.

Num contexto de mercado fortemente condicionado, pelo segundo ano consecutivo, pela pandemia de COVID 19 e pela escassez de componentes, as marcas da SIVA | PHS deram continuidade à implementação do seu plano estratégico, aumentando a sua presencia no mercado pelo segundo ano consecutivo.

Foi assim dado, mais um passo no caminho da eletrificação com uma contínua e alargada oferta de viaturas híbridas (HEV), híbridas plug-in (PHEV) e elétricas a bateria (BEV), acompanhando, assim os novos desafios que o futuro levanta à indústria automóvel. Em 2022, as marcas da SIVA | PHS vão atravessar um notável período de renovação em termos de novos produtos o que, certamente, irá inverter a atual tendência de vendas.

A Volkswagen, com 7.154 unidades vendidas, conheceu um crescimento de 7,8 pontos percentuais face a igual período do ano anterior (6.972 veículos). Continua o sucesso comercial do novo Tiguan, o SUV premium, a que se juntou o ID.4 e, mais no final do ano, o novo Polo. Para 2022 está prevista as chegadas dos novos Taigo, Tiguan Allspace, dos 100% elétricos ID.5, ID.5 GTX , e ainda o novo T ROC, produzido em Portugal na fábrica da Autoeuropa, que terá uma versão especifica dedicada ao mercado português : o VW T ROC@pt.

Integradas recentemente na SIVA | PHS, a SEAT e a CUPRA registaram em 2021, no conjunto das duas marcas, um Market Share que chegou aos 4,93% versus 4,85% em 2020. Valor que resulta da situação de gama completamente renovada e do sucesso da marca CUPRA que graças ao lançamento do Formentor e ao início da comercialização do Born, o primeiro modelo 100% elétrico da CUPRA. A Audi também aumentou a sua quota de mercado para 2,4 pontos percentuais em 2021, face aos 2,1% verificados no ano anterior, no seguimento do crescimento de cerca de 15% das suas vendas. A marca continua a registar uma progressiva atualização da sua gama de modelos com os facelifts, em 2021, do Q2 e do Q5, bem como do lançamento de 3 novos modelos 100% elétricos: o e-tron GT, o Q4 e-tron e o Q4 e-tron Sportback.

Para o ano 2022 a Audi irá apresentar o novo A8 e o A3 allstreet. Quanto à ŠKODA, atingiu um assinalável sucesso ao atingir as 1.789 unidades vendidas contra 1.298 veículos em 2021, o equivalente a um aumento de 37,8%. De salientar o excelente acolhimento do mercado aos SUV ́s da marca, nomeadamente o KAMIQ e o KODIAQ, e à nova geração do OCTAVIA a que se juntou, mais recentemente, o lançamento do primeiro veículo 100% elétrico da marca, o ENYAQ iV cuja disponibilidade esgotou em apenas poucos meses após a sua introdução no mercado. Em 2022 irão juntar-se ainda a nova geração do best-seller FABIA e ainda os novos ENYAQ COUPÉ iV e a atualização do KAROQ.

De registar, ainda, que a Volkswagen Veículos Comerciais irá ter dois importantes trunfos no corrente ano. O novo Multivan será lançado já no próximo mês de fevereiro, e no final do verão será a vez do icónico ID. Buzz chegar ao nosso país, tanto nas variantes de passageiros como comercial. No decurso de 2021, a marca cresceu 5,8% comparativamente com o ano anterior, em linha com a estratégia de crescimento da marca para os próximos anos assente num vasto número de novos lançamentos, que começou com o novo Caddy em 2021, novos Multivan e Gama ID. Buzz ainda este ano.

Por fim, as marcas de luxo representadas pela SIVA | PHS – Bentley e Lamborghini – a marca Inglesa sedeada em Crewe registou um aumento de vendas de cerca de 24%, registando 26 unidades, o melhor volume de sempre em Portugal; enquanto a marca Italiana Lamborghini registou 13 veículos matriculados.

Publicidade
ÚLTIMA EDIÇÃO
Lubrificantes Repsol
Publicidade