Hyundai Motor melhora camião XCIENT Fuel Cell

A Hyundai Motor Company revelou imagens do novo XCIENT Fuel Cell, o primeiro camião para serviços pesados do mundo movido a hidrogénio a ser produzido em massa.

Com melhorias no design e desempenho, o veículo para serviços pesados livre de emissões da Hyundai torna-se mais apelativo para clientes de frota de todo o mundo.

A Hyundai irá iniciar a produção do XCIENT Fuel Cell em agosto de 2021. A melhor experiência de condução com performance e design reforçados. A ideia foi acrescentar ao caráter competitivo uma melhor experiência de condução.

A atualização ao design exterior reflete o desempenho dinâmico e livre de emissões do modelo. Decorado com uma forma em ‘V’ linear e arrojada de detalhes cromados e padrões multidimensionais, a nova grelha reflete a presença única na estrada do camião movido a hidrogénio, ao mesmo tempo que serve as suas funções técnicas. A cor azul que rodeia a grelha simboliza o uso do hidrogénio como energia sustentável XCIENT Fuel Cell.

Está equipado com um sistema fuel cell de 190 kW, com duas pilhas de 90 kW, recentemente modificadas para este camião para serviços pesados. A durabilidade do sistema fuel cell, assim como a eficiência de combustível do veículo, foram melhoradas para corresponderam à procura dos clientes de frotas. O motor de 350 kW com binário máximo de 2,237 Nm permite uma condução com um desempenho dinâmico.

Sete tanques de hidrogénio proporcionam uma capacidade de armazenamento de 31 kq de combustível, enquanto que três baterias de alta voltagem de 72 kWh proporcionam uma fonte adicional de energia. A autonomia máxima ronda os 400 quilómetros.
Reabastecer um tanque de hidrogénio demora entre 8 a 20 minutos, dependendo na temperatura ambiente.
Está agora disponível com a versão 6×2, assim como a versão 4×2 introduzida no modelo anterior.

Com o lançamento deste novo modelo a marca planeia acelerar o avanço global do seu camião movido a hidrogénio. Disponibilizou, no ano passado, à Suíça, um total de 46 unidades. No acumulado até maio de 2021, estas unidades percorreram mais de 750.000 mil quilómetros. Ao longo dessa distância, os camiões movidos a hidrogénio reduziram, em estimativa, 585 toneladas de emissões de carbono, em comparação com veículos Diesel.

A marca planeia ainda introduzir o XCIENT Fuel Cell no mercado norte-americanoainda este ano, por isso está em negociações com o governo local e negócios de logística nos Estados Unidos para estabelecer o potencial de operações em conjunto de camiões movidos a hidrogénio com vários propósitos.

Planeia, também realizar um roadshow com o modelo e outros eventos abertos ao público geral. A China é outro mercado com um forte interesse nos camiões para serviços pesados movidos a hidrogénio. A Hyundai está a rever várias opções para introduzir a tecnologia fuel cell aos clientes empresariais e governamentais na China.

Publicidade
ÚLTIMA EDIÇÃO
Publicidade
Publicidade