Ford Mustang Mach-E beneficia de um aumento da capacidade de reboque

A capacidade de reboque com travão homologada para o Ford Mustang Mach-E acaba de ser aumentada para 1.000 kg, em versões de autonomia alargada, tanto em configuração de tração traseira, como com tração integral, o suficiente para permitir aos clientes rebocar um típico barco de pesca em fibra de vidro de pequeno ou médio porte.

O Mustang Mach-E também recebeu atualizações que permitem reduzir o tempo de carregamento entre os 80 e os 90% da capacidade da bateria, passando de 52 para 15 minutos, uma recalibração da funcionalidade de condução só com um pedal para um desempenho ainda mais suave a velocidades mais baixas e também melhorias ao nível do conforto do condutor.

“A atualização da capacidade de reboque do Mustang Mach-E é uma das várias atualizações gratuitas que continuamos a fazer, quer em termos de ‘hardware’, quer de ‘software’ ou através de homologações para dar aos proprietários a melhor experiência possível”, disse This Woelpern, Diretor Geral, Veículos de Importação, Ford Europa.

“Na questão do reboque em particular, este foi um grande exemplo de como respondemos às solicitações dos clientes, tendo verificádo a viabilidade de um aumento e sendo capazes de lhes dar o que pretendiam”. À venda na Europa há já mais de um ano no mercado europeu, o Mustang Mach-E continua a conquistar fãs. Cerca de 88% dos clientes até à data transitaram de outras marcas de automóveis para a Ford para vivenciarem o seu típico prazer de condução, estilo arrojado e autonomia.

Os atuais proprietários podem, também, beneficiar de muitas das recentes atualizações de software ou de atualizações de homologação, com futuras atualizações over-the-air planeadas para manter o Mustang Mach-E em processo de melhorias contínuas.

Publicidade
ÚLTIMA EDIÇÃO
Publicidade
Error, no Advert ID set! Check your syntax!