Portada » Atualidade » Ford, Bedrock e Bosch apostam no estacionamento autónomo

Ford, Bedrock e Bosch apostam no estacionamento autónomo

A Ford Motor Company, a Bedrock e a Bosch estão a lançar um projeto de demonstração com veículos de teste conectados Ford Escape que cuja condução e estacionamento dentro da Bedrock Assembly Garage em Detroit podem ser realizados recorrendo à infraestrutura inteligente da Bosch.


Esta é a primeira solução norte americana baseada em infraestrutura para condução autónoma em que o estacionamento do veículo será feito dentro de uma garagem.

O projeto vai acontecer no bairro de Corktown, local que corresponde ao novo distrito de inovação em mobilidade da Ford, alicerçado pela Estação Central de Michigan. Este local irá atrair inovação e disrupção em mobilidade de todo o mundo, com o objetivo de desenvolver, testar e lançar novas soluções que visam resolver os desafios do transporte urbano, melhorar o acesso à mobilidade para todos e fazer a preparação para um mundo cada vez mais conectado e autónomo.

O projeto de demonstração estará em exibição no andar térreo da Bedrock Assembly Garage, o primeiro projeto de remodelação residencial da promotora imobiliária no bairro de Corktown.

Este projeto está em linha com a visão da Bedrock de combinar desenvolvimentos a partir do zero e históricos com a mais nova tecnologia em estacionamento e mobilidade – incluindo a atual instalação da mais recente tecnologia de estacionamento autónomo do Centro-Oeste, que estaciona e recolhe veículos na cave do Free Press Building usando locais de carga ao nível da estrada.

A tecnologia de estacionamento com condução autónoma estará a funcionar para os inquilinos da Assembly Garage e demonstrações privadas vão decorrer até ao final de setembro.

Veículo conectado e infraestrutura inteligente melhoram estacionamento autónomo

Os veículos de teste conectados da Ford operam de forma altamente autónoma através de comunicação veículo-infraestrutura (V2I) com a infraestrutura de estacionamento inteligente da Bosch.
Os sensores de infraestrutura reconhecem e localizam o veículo para orientar a manobra de estacionamento, incluindo a capacidade de ajudar a evitar peões e outros perigos. Se a infraestrutura detetar algo no caminho do veículo pode pará-lo imediatamente.

Ao chegar à garagem, o condutor deixa o veículo numa área designada e utiliza uma aplicação de smartphone para direcionar o veículo para uma manobra de estacionamento automatizada.

Os condutores vão utilizar também essa aplicação para solicitar a devolução do veículo na área designada para retirada, agilizando a experiência de estacionamento e retirando a responsabilidade de encontrar o veículo no regresso à garagem.

Nova mobilidade exige colaboração

O projeto de demonstração no Assembly Garage junta uma das maiores construtoras automóvel do mundo, a Ford, a maior promotora imobiliária da cidade de Detroit, a Bedrock, e a maior fornecedora automóvel do mundo, a Bosch, para demonstrar a forma como as organizações estão a trabalhar em conjunto em novas iniciativas de mobilidade.
O projeto de demonstração permitirá que as três empresas obtenham informações valiosas sobre a experiência do utilizador, design de veículos, design de estrutura de estacionamento e aplicação para expandir a tecnologia e a sua respetiva aplicação.

Uso eficiente do espaço

As soluções de estacionamento autónomo agregam valor aos proprietários de garagem, permitindo o uso mais eficiente dos espaços. Com o estacionamento com condução automatizada, a mesma quantidade de espaço pode acomodar até 20% mais de veículos.
A solução pode ser implementada através de soluções adaptadas, como a da Assembly Garage, ou com infraestrutura embutidas planeadas para a construção de novas garagens que permitem um design otimizado para uma capacidade máxima.

Para além de simplesmente estacionar, um veículo pode também dirigir-se a áreas dentro da garagem para serviços específicos, como por exemplo o carregamento ou a lavagem de veículos.

Durante o projeto, a Ford, a Bedrock e a Bosch vão demonstrar as trajetórias dos veículos, a forma como um veículo se movimenta entre as áreas de serviço e, finalmente, para um lugar de estacionamento antes que o utilizador o chame de volta para sair da garagem.


Acrescentar comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMA EDIÇÃO
Siga-nos no Facebook