fbpx

Estes são os números recordistas da Dacia na Europa

Os resultados e números de vendas da Dacia têm deixado meio mundo surpreendido. Em 2022, a marca romena do universo Renault voltou a mostrar a força de um projeto que aposta no preço competitivo e na qualidade dos seus produtos para cativar.

Na Alemanha, por exemplo, um mercado dominado por automóveis do segmento C, a Dacia registou o desempenho mais forte até à data, alcançando um aumento de 50% no volume de vendas, com 60.300 veículos vendidos a clientes particulares, o correspondente a mais de 2% das vendas totais de VP e 5% das vendas de VP a clientes particulares, pela primeira vez na sua história.

A marca também ganhou uma maior quota de mercado em Itália, onde vendeu 67.300 VP, mais 9,2% do que em 2021, e isto apesar de uma quebra de mercado de 9,7%. A quota de mercado de VP (5,1%) também corresponde a um aumento de 0,9 pontos em relação a 2021. Com estes resultados, a Dacia subiu para o quarto lugar nas vendas a particulares, alcançando uma quota de mercado de 8,3% (mais 2 pontos do que em 2021).

Em Espanha, a Dacia vendeu 37.800 VP – 2,7% a mais do que em 2021 – apesar de uma contração do mercado de 5,3%. Foi responsável por 4,7% das vendas de VP, mais 0,4 pontos do que em 2021. A Dacia ficou em quarto lugar nas vendas a particulares, atingindo uma quota de mercado de 8,1% (mais 0,6 pontos do que em 2021).
No Reino Unido, a marca romena mais do que duplicou o volume de vendas, com um crescimento de 55% face a 2021, apesar de um declínio do mercado de 2%. A quota da marca no mercado de particulares cresceu de 2,0%, quando comparado com 2021, para 3,1%, colocando a Dacia na 13ª posição (mais cinco pontos).

Leia também:
Dacia anuncia Jogger Hybrid que já tem preço

Outros mercados também contribuíram, decisivamente, para o forte desempenho da Dacia em 2022. Na Roménia, a marca foi responsável por mais de 30% das vendas de VP, mais 2 pontos relativamente a 2021. Em Portugal e na Bélgica, a Dacia ocupou o primeiro lugar nas vendas a clientes particulares.
Olhando para a Europa de Leste, as vendas de VP cresceram mais de 30% nos Estados Bálticos, Eslováquia e República Checa.
Na Turquia, a Dacia vendeu 30% mais VP do que em 2021 e alcançou uma quota de mercado de mais de 6%, mais 1,1 pontos face a 2021.


Este feito foi impulsionado por um robusto plano de produto assente em quatro modelos chave:
Dacia Sandero: 229.500 unidades vendidas, mais 1,2% do que em 2021; o automóvel mais vendido a particulares, no mercado europeu, desde 2017
O Dacia Duster: 197.100 unidades vendidas, mais 5,8% do que em 2021; o segundo automóvel mais vendido a particulares, no mercado europeu, em 2022 e o SUV mais vendido a particulares, desde 2018
O Dacia Jogger: 56,800 unidades vendidas no primeiro ano; o segundo automóvel do segmento C não-SUV mais vendido, a particulares, no mercado europeu
O Dacia Spring: 48.900 unidades vendidas, mais 75% do quem em 2021; o terceiro automóvel elétrico mais vendido, a particulares, no mercado europeu

Publicidade
ÚLTIMA EDIÇÃO
Publicidade