DS7 renova-se e perde apelido Crossback

A DS renovou o seu primeiro modelo “a sério” e conferiu-lhe novo caráter. Para além de tudo, perde o apelido Crossback passando a chamar-se apenas DS7.

O novo SUV maior da DS recebe alterações significativas na dianteira e traseira. Mantendo-se elegante, apresenta mais dinamismo, com linhas mais definidas, mais estruturais e um design muito coerente.

A frente completamente nova destaca-se com linhas mais afiladas, que desenvolvem o equilíbrio de cada elemento. A assinatura de luz evoluiu para um visual ainda mais expressivo. A combinação dos novos faróis mais esguios DS Pixel LED Vision 3.0 e das luzes  diurnas DS Light Veil é perfeita e concebida segundo o espírito da “haute-couture”.

As luzes traseiras em LED, mais finas, com efeito de vórtice, foram também redesenhadas com um acabamento metálico escuro. Realçam a expressão única do novo DS 7. O portão da bagageira e o símbolo foram redesenhados com linhas mais nítidas, enquanto a denominação “DS Automobiles” passa, agora, a assinar a traseira visualmente alargada do novo DS 7, em substituição da expressão “Crossback”. As jantes também foram redesenhadas.

O habitáculo continua a ser marcado por ambientes, e o DS7 Opera, por exemplo, é proposto com duas cores de pele Nappa: Preto Basalt e Cinzento Pearl. Em extensões mais amplas, a zona de maior qualidade da pele acrescenta um toque natural e refinado ao interior. Novos estofos com um efeito drapeado no acabamento em pele Nappa estão agora aplicados no tablier e nos painéis das portas. Sem costuras ou juntas, mantêem a sensação e o aspeto do couro natural.

O requinte está, também, presente no interior da versão Rivoli, que introduz a cor Preto Basalt e que conta com acabamentos acolchoados cosidos, combinados com os estofos em Pele Claudia, com um grão de pele mais pronunciado.

Já o nível Performance Line apresenta uma cor preta mais profunda, com o tecido de microfibra Alcantara em toda a sua extensão e pormenores em tom Gold e Carmine, que realçam o seu aspeto dinâmico. O nível Bastille foi renovado com um novo acabamento DS Canvas e um grão em Preto Basalt inspirado na pele dos peixes.
DS Automobiles continua a propor o novo DS 7 com vários tipos de propulsores, incluindo uma gama de três blocos híbridos plug-in com 225, 300 e 360 CV. Uma nova bateria de 14,2 kWh permite percorrer até 65 quilómetros com zero emissões no ciclo misto WLTP e até 81 quilómetros no ciclo urbano. O tempo de carregamento é de cerca de duas horas num carregador de 7,4 kW.

Mantém-se na gama o bloco Diesel BlueHDI de 130 CV. Fora da Europa, os motores a gasolina PureTech com 130, 215 e 225 cavalos de potência estão, igualmente, disponíveis. Está à venda no outono de 2022.

Publicidade
ÚLTIMA EDIÇÃO
Publicidade
Error, no Advert ID set! Check your syntax!