Portada » Destaques » Citroën Berlingo XL XTR 1.5 BlueHDi 130: plateia para sete

Citroën Berlingo XL XTR 1.5 BlueHDi 130: plateia para sete

Se num primeiro olhar este Berlingo XL lhe causa aversão pelas suas formas de furgão… esqueça os estigmas e dê-lhe uma oportunidade, até porque tem um leque de argumentos difícil de igualar por carrinhas e SUV do segmento B.

A conversa é sempre a mesma… os veículos de passageiros derivados de furgões de mercadorias são esteticamente pouco apelativos e há sempre o vizinho do lado a perguntar em tom de troça: onde vamos fazer as entregas?. Contudo, nesta nova geração, o Berlingo surge com uma imagem mais moderna e radical, especialmente na versão XTR que conta com alguns detalhes coloridos no para-choques, nas proteções laterais das portas e até no habitáculo. No caso de ter uma família um pouco mais numerosa, basta voltar a olhar para os seus 4,75 metros de comprimento e para o seu habitáculo: amplo, luminoso e com bancos individuais e rebatíveis (pode ter até sete lugares por mais 550 euros). Convém frisar que os bancos podiam ser mais largos e um pouco mais macios… Tudo isto vai permitir-lhe transportar a sua prole, mas também alguns objetos, inclusivamente até três metros de comprimento. As portas laterais de correr continuam a permitir um acesso enorme e simplificado ao habitáculo.

Espaço a rodos

Lá dentro, o principal segredo do Berlingo continua a ser o espaço disponível, quase impossível de comparar com um “simples” familiar. A área em altura é imensa e permite a inclusão de zonas de arrumação junto ao tejadilho, mas tanto o espaço para as pernas como a largura do habitáculo não lhe ficam atrás. A bagageira é outra confirmação deste mesmo ponto, uma vez que na sua configuração mais reduzida (sete lugares) estão disponíveis uns expressivos 322 litros de capacidade, enquanto com 5 lugares, ou seja, retirando os dois bancos da última fila, atinge uns gigantes 850 litros. O acesso é excelente, havendo ainda a possibilidade de abrir apenas o óculo traseiro para retirar objetos mais pequenos da mala sem ser necessário abrir o portão.

As semelhanças interiores com o C3 e C5 Aircross são mais do que evidentes e conseguimos reconhecer diversos elementos destes modelos, tais como o volante, o ecrã central ou os comandos satélites do volante.
            Em termos dinâmicos, a motorização 1.5 BlueHDI de 130 CV, continua a demonstrar que “fica bem” em qualquer modelo e o Berlingo não é exceção. As prestações são razoáveis e os consumos mantêm-se em patamares nivelados com qualquer segmento C, tendo em conta o coeficiente aerodinâmico e o peso mais elevado deste modelo. A suspensão foi trabalhada e, melhor do que assegurar um comportamento dinâmico mais assertivo, prefere brindar os ocupantes com um nível de conforto excecional.

O preço da versão XTR arranca nos 30.908 euros, mas a quantidade de opções interessantes faz este preço subir facilmente, o que para um furgão de passageiros deixa de ser apetecível. E na verdade, quase ninguém compra carros pela funcionalidade, mas sim pela estética e pelo preço.

Texto: Ricardo Carvalho / Fotos: Paulo Calisto

Citroën Berlingo XL XTR 1.5 BlueHDi 130

FICHA TÉCNICA

TIPO DE MOTORDiesel, 4 cilindros em linha, turbo
CILINDRADA1.499 cm3
POTÊNCIA130 CV às 3.700 rpm
BINÁRIO MÁXIMO250 Nm às 1.750 rpm
V. MÁXIMA184 km/h
ACELERAÇÃO10,7 s (0 a 100 km/h)
CONSUMO5,9 l/100
EMISSÕES CO2117 g/km
DIMENSÕES (C/L/A)4.750 / 1.848 / 1.841 mm
PNEUS205/55 R17
PESO1.615 kg
BAGAGEIRA322-850 l
PREÇO30.908 €
GAMA DESDE28.230 €
IUC107,83
LANÇAMENTOsetembro de 2019

Acrescentar comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMA EDIÇÃO
Siga-nos no Facebook