Chama-se Emira e é o último Lotus com motor de combustão

A Lotus revelou mais algumas informações sobre o seu futuro modelo de produção em série em 12 anos. Recebe a designação de Emira e deverá ser o último modelo da marca a contar apenas com um motor de combustão.

A marca britânica promete um motor 2.0 litros de quatro cilindros Turbo, ainda sem valor de potência definido, e o mesmo motor 3.5 V6 de origem Toyota já utilizado no Evora.

Esta nova proposta da Lotus será feita com base numa plataforma em alumínio Sports Car (conhecida internamente pelo nome Elemental), uma versão modificada da estrutura utilizada no Evora. Esteticamente, o Emira será influenciado pelo hipercarro Evija.

O novo supercarro promete ser uma espécie de sucessor espiritual do Esprit e terá a função de substituir na gama atual o Elise e o Exige. O Emira será o pontapé de saída de um plano de reestruturação da marca de Hethel, cujos destinos são atualmente geridos pelos chineses da Geely.

A Lotus só vai revelar na íntegra o Emira a 6 julho. Entre 8 e 11 de julho, o carro será exposto ao público no Goodwood Festival of Speed no Reino Unido.

Publicidade
ÚLTIMA EDIÇÃO
Publicidade
Error, no Advert ID set! Check your syntax!