A mais recente adição à gama M da BMW é provavelmente uma das mais aguardadas dos últimos tempos, e prova disso foram os inúmeros teasers que foram surgindo online.

Integrado como parte das comemorações do 50º aniversário da divisão M, o novo BMW M3 Touring foi finalmente desvendado na totalidade em antecipação da sua apresentação oficial em Goodwood.

O novo M3 Touring marca também a primeira vez que a marca alemã aplicou o tratamento M à carrinha Série 3, e que tratamento! Tirando partido do fantástico motor B58 de seis cilindros e 3,0 litros, o M3 Touring produz uns deliciosos 503 cavalos e 650Nm de binário que são entregues a ambos os eixos através de uma caixa automática de oito velocidades e um diferencial Active M.

Isto traduz-se numa aceleração dos 0 aos 100Km/h em apenas 3,6 segundos e uma velocidade máxima de 280Km/h com o pack opcional M Driver, o que coloca o M3 Touring bem perto do nível de desempenho do M3 Competition Saloon, apesar do peso e comprimento extra. Ainda para mais, dada a distribuição de peso perto de 50:50, em combinação com suspensões e direção ajustadas especificamente para esta berlina, o novo M3 Touring oferece uma combinação ótima de agilidade, dinâmica e precisão.

Em termos estéticos, se excluirmos a linha do tejadilho estendida e a traseira vertical, o novo M3 Touring é, de certa forma, semelhante à berlina em que se baseia, adicionando uns pozinhos aqui e ali. Principalmente, as cavas das rodas são mais largas, os para-choques e embaladeiras são feitos à medida e o sistema de escape de quatro ponteiras promete oferecer todo o barulho que se procura. Ainda para mais, o novo Touring vem equipado com jantes M Sport de 19 polegadas à frente, e de 20 polegadas no eixo traseiro.

O interior assemelha-se ainda mais ao modelo base, com uma configuração familiar dominada por um novo ecrã de infoentretenimento de 14,9 polegadas com o mais recente sistema operacional iDrive de oitava geração e um cluster de 12,3 polegadas onde se encontram os mostradores. Tal como no M3 Saloon, o Touring oferece uma sensação de condução desportiva através de pormenores em vermelho espalhados pelo volante e nos assentos que, opcionalmente, podem ser fabricados inteiramente em fibra de carbono.

O M3 Touring deverá estar entre as últimas adições não eletrificadas à gama M. O primeiro PHEV da marca, o super-SUV BMW XM, deverá chegar já no final deste ano, e a próxima geração do BMW M5 deverá fazer uso da mesma unidade híbrida V8 de 4,4 litros turbo que o XM terá a bordo.

Por: Nuno Freitas Faria

Publicidade
ÚLTIMA EDIÇÃO
Publicidade
Error, no Advert ID set! Check your syntax!