BMW está a desenvolver uma nova geração de motores de combustão interna

Enquanto grande parte dos construtores de automóveis vão seguir só o caminho da eletrificação e já decidiram deixar de investir em novos motores de combustão, a BMW fez saber que está a trabalhar numa nova geração de motores a gasolina e Diesel de seis e oito cilindros.

Frank Weber, diretor de desenvolvimento da marca, fez esta revelação ao Auto Motor und Sport, referinfo que o construtor automóvel vai precisar de motores de topo e muito evoluídos nos próximos anos para reduzir efetivamente as emissões de CO2 no segmento dos carros ligeiros.

“É por isso que estamos a trabalhar numa nova geração de motores: gasolina, gasóleo de seis e oito cilindros”, acrescentou. “Com os motores de seis cilindros sozinhos, estamos a reduzir as emissões de CO2 muito mais facilmente do que em gerações anteriores. No sentido de ir ao encontro das emissões de CO2 de um lado e da performance do outro, olhamos para o ciclo por inteiro e encontramos uma aproximação promissora nesta junção.”

O mesmo Weber acrescentou que a nova geração de motores vai ter “qualquer coisa” diferente na cabeça dos cilindros” e acredita que a redução de emissões de CO2 é crucial na “luta” contra as alterações climáticas.

O mesmo responsável referiu ainda que não vão forçar os clientes a escolher entre motores de combustão e elétricos, garantindo que o objetivo da marca é propor os veículos mais sustentáveis e inovadores, independente do tipo de motorização.

Publicidade
ÚLTIMA EDIÇÃO
Publicidade
Error, no Advert ID set! Check your syntax!