fbpx

70% dos modelos Peugeot serão eletrificados a partir de 2021

A eletrificação está no centro da estratégia da marca Peugeot, pelo que, a partir do seu lançamento, o novo Peugeot 308 trará consigo dois motores híbridos plug-in em ambas as versões Berlina e SW.

Estas novidades elevam, assim e a partir de 2021, a taxa de eletrificação da gama Peugeot para os 70%, considerando já os veículos de passageiros e os comerciais ligeiros. Em 2023, 85% dos modelos propostos pela marca serão eletrificados, alcançando-se os 100% até 2025, na Europa.

Logo a partir do seu lançamento, o novo 308 irá contar com dois motores híbridos plug-in, que se juntarão a uma oferta já muito completa de veículos eletrificados.

O 308 HYBRID 225 e-EAT8 disponibiliza uma potência máxima de 225 cv, combinando um motor PureTech de 180 cv (132 kW) e um motor elétrico de 81 kW, ligado à caixa automática de 8 velocidades e-EAT8 (a partir de 26 gramas de C0₂ por quilómetro e uma autonomia 100% elétrica máxima de 59 km, de acordo com o protocolo WPLT, em processo de certificação).

Por seu turno, a versão HYBRID 180 e-EAT8 conta com um motor PureTech de 150 cv (110 kW) acoplado ao mesmo motor elétrico de 81 kW e à mesma caixa e-EAT8 (a partir de 25 gramas de C0₂ por quilómetro e uma autonomia 100% elétrica máxima de 60 km, de acordo com o protocolo WPLT, em processo de certificação).

A eletrificação da gama da marca do leão iniciou-se há três anos, com o lançamento do e-208 e, desde então, os modelos 100% elétricos (e-208, e-2008, e-Traveller e e-Expert) e híbridos plug-in (3008 e 508), da marca do Leão, têm vindo a impor-se no mercado.

Considerando os primeiros cinco meses de 2021, a Peugeot foi a segunda marca generalista mais vendida na Europa em vendas globais, sendo já a terceira maior marca generalista em vendas de veículos eletrificados. Os e-208 e e-2008 ocupam o segundo lugar no respetivo segmento BEV, aumentando as suas quotas mês após mês.

Publicidade
ÚLTIMA EDIÇÃO
Publicidade